NS

NS

29 de jun de 2009

Um escandalo


27 anos depois, o esqueleto do prédio que nunca chegou a ser concluído continua abandonado e em avançado estado de degradação. Este imóvel, cujo projecto compreendia garagens e uma série de apartamentos, é hoje considerado por muitos como “o prédio da vergonha”. Além da franca agressão exercida sobre o meio ambiente, este espaço, outrora tão promissor, transformou-se num autêntico “pombal” onde para além das pombas, abundam ratos, ratazanas e outros bichos, que diariamente atentam contra a saúde daqueles que por ali têm de passar. Também os conhecidos painéis que, em tempos, taparam a carcaça do prédio estão hoje deteriorados e remetidos ao abandono, concorrendo com o lixo que ao longo dos anos se tem acumulado no interior do prédio cadavérico.Por outro lado, o acesso ao interior do prédio faz-se com toda a facilidade o que possibilita a utilização frequente de que tem sido alvo, nomeadamente por toxicodependentes, daí as seringas visivelmente misturadas com o lixo amontoado no interior do imóvel.Reza a história que a empresa que lançou este empreendimento e de que era funcionário o actual Presidente da Câmara Castro Fernandes, faliu. O processo relegado para o fórum jurídico revelou-se uma autêntica “trapalhada”. Muitas foram as famílias Tirsenses que ali aplicaram as suas economias, ficando sem casa e sem dinheiro. Localizado na principal entrada da cidade, na Praça Camilo Castelo Branco, este esqueleto de péssimo aspecto é hoje o cartão-de-visita para quem se desloca a Santo Tirso.Ditam as regras elementares do bom senso que uma cidade que se preze, prima pela qualidade de vida, tenha elevados padrões de exigência a nível urbanístico e de planeamento e que queira atrair visitantes assim como investidores, não pode, ao longo de tantos e tantos anos, dar-se ao luxo de tolerar este tipo de cartão-de-visita. Certo é que, em 2004, aquando do Europeu de Futebol, a Câmara Municipal gastou muitos milhares de euros em painéis com o intuito de “esconder” a face do prédio. Entretanto, os referidos paneis degradaram-se e acabaram por ser substituídos por outros que custaram mais alguns milhares de euros ao erário público… quantos mais paneis serão necessários?Nunca foram dadas explicações aos Tirsenses para o facto de 27 anos depois, 324 meses, 16.848 semanas e cerca de 135 mil dias, nada tenha sido feito para resolver este assunto. Mas este não é um caso único. Quem entra na cidade a partir da rotunda Lama, também dá de “caras” com o esqueleto de um prédio que se encontra abandonado.Recentemente, e apenas em algumas semanas, a Câmara tomou posse administrativa de um prédio em São Martinho do Campo. O prédio acabou por ser demolido, acertadamente ou não, já que conforme veio a público, os tribunais ainda não se pronunciaram sobre o assunto. Este facto pode significar que a Câmara Municipal tem instrumentos, poder de influência e condições para, com vontade política, resolver a situação que, naturalmente, envolverá, de igual modo, os interesses das famílias que ali, e com toda a legitimidade quiseram ter a sua habitação.

23 de jun de 2009

Dia 24 de Junho- Natividade de S. João Baptista

Amanhã, a Igreja Católica festeja o maior santo de sempre- S. João Baptista - O Precursor do Messias. O maior santo de todos os tempos, porque ninguém tem mais autoridade que o próprio Nosso Senhor Jesus Cristo para dize-lo: "Em verdade vos digo, de entre os nascidos da mulher não há homem maior do que João Baptista".
Só isto nos chega...

GLORIOSO S. JOÃO BAPTISTA ROGAI POR NÓS!

Amanhã, comemorações da Batalha de S. Mamede


As comemorações dos 900 anos do nascimento de D. Afonso Henriques começam esta semana.A Câmara de Guimarães organizou um vasto programa evocativo da efeméride cujo ponto alto será no dia 24 de Junho, com a atribuição a título simbólico da Medalha de Ouro da Cidade ao fundador da nacionalidade, numa cerimónia que contará com a presença do Presidente da República.
Na próxima quinta-feira, mais de 300 alunos de escolas do concelho vão integrar o cortejo comemorativo dos 900 anos do nascimento de D. Afonso Henriques. A iniciativa está a ser coordenada pelo Museu de Alberto Sampaio, tendo as roupas e adereços sido elaborados pelas escolas que aderiram ao repto lançado pela organização.Além do cortejo que vai percorrer as ruas da Cidade de Guimarães, na próxima quinta-feira à tarde, será inaugurada uma exposição com obras de expressão plástica realizadas pelos alunos das escolas do Concelho. Do programa evocativo, destaque ainda para a inauguração de uma exposição no Arquivo Municipal Alfredo Pimenta: “Afonso Henriques: o 'Dux' que se fez Rei”,
A PRIMEIRA TARDE PORTUGUESA FOI Á 881 ANOS!

Livro "A União Monarquica Nacional"

Foi recentemente editada pela ENR, o livro "La Union Monarquica Nacional", da autoria de José Luis Jerez Riesco, com prólogo escrito pelo conceituado Prof. António José de Brito.
Trata-se de um estudo inédito sobre a fase inicial da vida política de José António que era desconhecida. Ao longo das 457 páginas é-nos revelada essa jovem faceta de José António sendo também uma interessante e séria análise do período entre 1930-1931.
O Dr Jerez Riesco é um especialista em assuntos relacionados com a Falange, portanto as garantias de qualidade do livro estão á partida garantidas.

22 de jun de 2009

Mirandes, uma ofensa a Portugal?



Gostaria hoje de lançar uma questão aos camaradas nacionalistas e não só. Será que o mirandes, lingua oficial da zona de Miranda do Douro, deve ser uma lingua ensinada em Portugal? Mas se Portugal é UMA só nação do Minho aos Açores, faz sentido que se falem e ensinem duas linguas? Eu cá não concordo com o ensino do mirandes em escolas oficiais, porque a lingua da nossa patria é o Português, e como tal só esta deve ser falada e ensinada em Portugal. Será Miranda do Douro, com todo o respeito que tenho por esta bela terra, o futuro País Basco de Portugal? Fica a pergunta no ar e o desejo de receber as vossas opiniões no meu mail...

12 de jun de 2009

12 de Junho Beato Timoteo Trojanowski e Companheiros Mártires da Polónia

Caros visitantes a Igreja Católica celebra hoje a festa do Beato Timoteo Trojanowski e companheiros Mártires da Polónia, vitimas das armas nazis.
O "Falangista Campense" não poderia deixar de assinalar esta data e uma vez mais demonstrar o seu vivo repudio pelo nazismo.
Falangismo Sim!
Nazismo nunca mais!
SANTOS MÁRTIRES DA POLÓNIA ROGAI POR NÓS!

5 de jun de 2009

A obra do comunismo

De facto, o comunismo respeita a Igreja...