NS

NS

23 de fev de 2010

Cara al Sol

Uma excelente versão moderna da nossa "canção de amor e guerra".

Observações...

Hoje, quando me dirigia ao Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, com o intuito de visitar um amigo de longa data que se encontra hospitalizado, deparei-me com uma situação curiosa, no minimo, invulgar: grupos de emigrantes de leste, espalhados por várias partes exteriores do hospital pediam esmola (que eu saiba a prática da mendicidade é ilegal), uns nas entradas, e mais curioso ainda, estava uma rapariga de tenra idade junto á máquina de pagamento de parqueamento a pedir esmola e á saida do parque, outro miudo de tenra idade metia a ficha de pagamento nas máquinas de saida, a troco de uma moeda. Ora digam lá, isto não parece um esquema de profissionais da mendicidade, ou então é o quê!? e depois os emigrantes "só vêm para trabalhar". Neste caso, não é o que parece...

A Falange vista por um Falangista exemplar

"La Falange era un movimiento revolucionario porque pretendía cambios muy profundos en la sociedad española de entonces, cambios que siguen siendo necesarios ahora. José Antonio preconizaba una síntesis superadora de las opciones contrarias: al mismo tiempo que la defensa de los valores del espíritu y del entendimiento de la patria como unidad de destino en lo universal, pretendía hacer una revolución social. La reforma agraria entregaría el campo a los campesinos, se realizaría el ideal de que la tierra debe ser para el que la trabaja; la banca sería nacionalizada porque no consideraba justo que el ahorro de todos los españoles sirviera como negocio para unos cuantos que dominarían la economía entera del país.""Se cumplieron las predicciones de José Antonio escritas antes de la guerra, donde se decía que la Falange podía asistir y ayudar sin quererlo a la restauración de una mediocridad burguesa conservadora, de la que tenemos en España tan amplias muestras, orlada, para mayor escarnio, con el resorte coreográfico de las camisas azules"."Los falangistas estaban dispuestos a hacerlo todo por la consecución de todo su ideario; los tradicionalistas, igualmente. Entonces, no eran de fiar para el mismo Franco. Así, fueron sustituidos los auténticos por los pseudofalangistas, pseudotradicionalistas, con los que contó finalmente, pero de forma progresivamente decreciente, porque de forma progresivamente creciente, fue contando con los grupos de la derecha organizada aunque, repito, sin constituir partido, innominadamente. Hasta el final de su dictadura fue así."

Narciso Perales.

22 de fev de 2010

Viva a Familia tradicional!



No passado sábado, milhares de portugueses manifestaram-se em Lisboa pela familia, pelo verdadeiro sentido de FAMILIA.

Ver Aqui

20 de fev de 2010

Não há escrita, mas há música...

O Pasodoble "Tercio de Quites" de Rafael Taléns. Apreciem...

19 de fev de 2010

Isto também foi um Holocausto...

Ou um exterminio como lhe quiserem chamar. Mas o facto é que os comunas continuam a vangloriar-se da sua União Soviética, dos seus feitos, e não há lei que os proiba! Se os "fascistas" como eles chamam mataram pessoas, eles não ficam atrás, ou melhor ficam muito á frente! Os nazis mataram com gás, mas eles mataram de uma forma bem mais dolorosa: PELA FOME!

Amanhã, todos a Lisboa!


Memória Histórica 1


Placa outrora existente numa das artérias de Madrid, mas entretanto retirada pela lei da "memória histórica"...

15 de fev de 2010

Retratos José António 6


14 de fev de 2010

E querem fechar um monumento desta beleza

Não ao encerramento do Vale dos Caidos!

10 de fev de 2010

Hoje há música!

A marcha de concerto "O Cornetim do Mestre Alfredo", da autoria de Amilcar Morais, aqui interpretado pela Banda de Angeja, uma filarmónica pertencente ao concelho de Albergaria a Velha.

9 de fev de 2010

Retratos de José António 5

José António prisioneiro no Cárcere Modelo de Alicante.

Miguel de Unamuno e a Guerra Civil

Video sobre Unamuno e a Guerra civil de Espanha

8 de fev de 2010

Coretos de Portugal

"Coretos de Portugal" é uma excelente marcha de concerto do compositor Alvaro Reis, o célebre maestro da Filarmónica Ermegeirense. é uma obra de caracter marcial que pretende homenagear esses "marcos históricos" que são os tipicos coretos espalhados por esse país fora. Esta marcha é executada pela Banda de Música de Arrifana, uma das 4 bandas existentes no concelho de Sta Maria da Feira.

5 de fev de 2010

É um dever não faltar...

Pelo verdadeiro sentido de FAMILIA!

4 de fev de 2010

Hoje dia de

S. João de Brito
Presbitero e Mártir

3 de fev de 2010

A República vista por um Nacionalista


Visitem aqui

É assim mesmo!


"Uma coisa é assinalar os cem anos da república, outra é comemorar a 1ª República"
Paulo Portas, hoje em Guimarães.

Desta valeu!

FCP 5 - SCP 2
e mai nada!