NS

NS

8 de abr de 2011

Rodrigo Emilio, um Poeta da Resistencia

Tendo já passado no dia 28 mais um aniversário do falecimento do poeta Rodrigo Emilio de Alarcão Ribeiro de Mello, venho hoje recordar o nome dum português de lei esquecido (para alguns) nas brumas do olvido. Rodrigo Emilio, descendente de intelectuais mais puros da sua geração, viveu para dar testemunho do orgulho de ser português, como poucos o souberam fazer. Nascido em 1944, viria a falecer seis décadas depois, tendo vivido ao ritmo do país que o vira nascer, jamais se conformando com aquilo que acontecera após a radiosa aurora democrática de 25 de Abril. Nacionalista de alma e coração, a sua legitima opção politica obrigou-o a viver na liberdade do exilio entre Outubro de 1974 e Fevereiro de 1976. Homem das letras e da cultura, foi colaborador de vários jornais, e também da Rádio Renascença e da RTP. No campo dos livros editou vários como Mote para Motim, Primeira Colheita, A Segunda cegueira, Serenata a meus umbrais, Reunião de ruinas, e ainda o célebre e polémico "Poemas de braço ao alto", cujo titulo diz tudo. A titulo póstumo foram também editadas obras como Pequeno presépio de Poemas de Natal e Matando a Sede nas fontes de Fátima, e Por uma Direita Moderna, uma brilhante tese doutrinária lançada pelas Edições Réquila.No inicio do ano passado, por iniciativa da Associação Cultural Areias do Tempo, e como o apoio do Municipio de Tondela foi dado á estampa uma Antologia poética organizada por Bruno Oliveira Santos, que também assinou a introdução deste trabalho onde se encerram alguns dos seus melhores poemas, e onde consta uma "Carta-Prefácio" do escritor António Manuel Couto Viana, recentemente falecido, cuja sessão de lançamento teve lugar na Sociedade Histórica da Independencia de Portugal no dia 20 de Fevereiro de 2010, onde estiveram presentes Manuel Varella e José Valle de Figueiredo. Rodrigo Emilio, poeta quase olvidado, pode ser (re)descoberto em http://www.rodrigoemilio.com/ Publicado no "Jornal de Santo Thyrso" no dia 8 de Abril de 2011