NS

NS

22 de set de 2014

A famosa Divisão Azul


"A famosa Divisão Azul, composta por voluntários falangistas (o azul vinha das camisas azuis do movimento) foi comandada pelo general Agustin Muñoz Grandes, também falangista. A Franco, serviu-lhe, por um lado, para aliar a Espanha á Alemanha - pelo menos na frente Leste -  e, por outro, para afastar da Espanha alguns quadros políticos e militares pró-alemães. Constituída inicialmente por 17692 oficiais e soldados, a Divisão Azul chegara á Alemanha em Julho de 1941 para treino e estaria na Frente Russa ainda esse ano. O grosso dos seus efectivos regressaria a Espanha em finais de 1943, mas cerca de 1500 homens, a Legião Espanhola, ficaria até á Primavera de 1944. Um núcleo mais restrito, acabaria depois por ser integrado na Divisão SS Walonia, participando na Batalha de Berlim. No total, combateram na Rússia cerca de 47000 espanhóis, com 22000 baixas (incluindo 4500 mortos e 300 prisioneiros). Num dado momento, os espanhóis pensaram em usar. contra Franco, Muñoz-Grandes, que nos finais de 1942 fora substituído á frente da Divisão Azul pelo general Esteban Infantes."

Jaime Nogueira Pinto
Portugal, Ascensão e Queda